domingo, junho 08, 2008

TESTE DE INTELIGÊNCIA (ELABORADO POR Einstein)



Objetivo

Albert Einstein escreveu esse teste de qi (raciocínio lógico) no século passado e afirmou que 98% das pessoas não são capazes de resolvê-lo.

Há 5 casas de diferentes cores;

Em cada casa mora uma pessoa de uma diferente nacionalidade;

Esses 5 proprietários bebem diferentes bebidas, fumam diferentes tipos de cigarros e têm um certo animal de estimação;

Nenhum deles têm o mesmo animal, fumam o mesmo cigarro ou bebem a mesma bebida.

A Questão é a seguinte: Quem tem um peixe como animal de estimação?

Será que você faz parte desse seleto grupo de pessoas capaz de resolver esse teste de qi?


1ª Casa 2ª Casa 3ª Casa 4ª Casa 5ª Casa
Cor
Nacionalidade
Bebida
Cigarro
Animal

DICAS

O Inglês vive na casa Vermelha.
O Sueco tem Cachorros como animais de estimação.
O Dinamarquês bebe Chá.
A casa Verde fica do lado esquerdo da casa Branca.
O homem que vive na casa Verde bebe Café.
O homem que fuma Pall Mall cria Pássaros.
O homem que vive na casa Amarela fuma Dunhill.
O homem que vive na casa do meio bebe Leite.
O Norueguês vive na primeira casa.
O homem que fuma Blends vive ao lado do que tem Gatos.
O homem que cria Cavalos vive ao lado do que fuma Dunhill.
O homem que fuma BlueMaster bebe Cerveja.
O Alemão fuma Prince.
O Norueguês vive ao lado da casa Azul.
O homem que fuma Blends é vizinho do que bebe Água.

Fonte: rachacuca.com.br

3 comentários:

Anónimo disse...

Olá!
Chamo-me Sofia Silva, sou professora de português e espanhol. Estou a lecionar espanhol em Portugal, mas gostava bastante de trabalhar em Espanha como professora de Português para espanhóis.
Como posso fazer?
Obrigada

golfinho_98@hotmail.com

Anónimo disse...

JORNADAS DE DEFESA DO PORTUGUÊS,
O ALÉM GUADIANA, DE OLIVENÇA, CONTINUA A SURPREENDER A LUSOFONIA»
Surgiu em Março/Abril de 2008. A Associação oliventina "Além-Guadiana", um grupo
cultural, e só cultural, pois evita as polémicas políticas, conseguiu surpreender tudo e
todos, mesmo que só pela sua simples existência. Luta pelo património cultural português
de Olivença, e não hesita em tomar iniciativas.
Em Dezembro de 2008, o Conselho da Europa aconselhava a Espanha a cuidar do Português
em Olivença. Decididamente, as surpresas continuavam.
Eis que agora, em 7 de Fevereiro de 2009, a "Além-Guadiana" anuncia a organização de
umas jornadas de defesa do Português em Olivença. Para 28 de Fevereiro.
Vale a pena reproduzir o Comunicado da Associação. Ele dispensa comentários:«A língua
portuguesa, falada desde a Idade Média em Olivença e utilizada pela maioria dos
oliventinos ainda a meados do século XX, encontra-se nos nossos dias reduzida às camadas
etárias superiores aos 65 anos, num evidente processo de agonia.
Esta Jornada sobre o Português Oliventino[de 28 de Fevereiro de 2009], organizada pela
associação Além Guadiana, pretende constituir um foro de informação e debate em torno à
importância da língua de Camões no nosso concelho, bem como à necessidade de articular
iniciativas que contribuam para a sua vitalização. Linguistas, instituições como o
Conselho da Europa e universidades de Espanha e de Portugal permitir-nos-ão conhecer
melhor o valor cultural dos dialetos e das línguas minoritárias no continente europeu, as
características do português que se fala em Olivença e como poderíamos reverter a
dinâmica de desaparição de uma língua que faz parte da nossa identidade.»
Começa a ser possível afirmar que a Lusofonia está a iniciar a sua recuperação em
Olivença !!

Estremoz,
Carlos Eduardo da Cruz Luna


__________________________________________________________________

PROGRAMA JORNADAS SOBRE O PORTUGUÊS OLIVENTINO
Jornada sobre o Português Oliventino/PROGRAMA (EM PORTUGUÊS)

Sábado, 28 de fevereiro de 2009

09:30 h. Inscrição de participantes e entrega de documentação

10:00 h. Inauguração

· Guillermo Fernández Vara. Presidente da Junta da Extremadura

· Manuel Cayado Rodríguez. Presidente da Câmara Municipal de Olivença

· Joaquín Fuentes Becerra. Presidente da Associação “Além Guadiana”

10:30 h. Pausa para café

11:00 h. Juan Carrasco González. Catedrático de Língua e Literatura Portuguesas e Diretor
do Departamento de Línguas Modernas e Literatura Comparada da Universidade da
Extremadura. Olivenza y las variedades lingüísticas de la frontera extremeña

11:40 h. Eduardo J. Ruiz Viéytez. Director do Instituto de Direitos Humanos da
Universidade de Deusto e Consultor Externo do Conselho da Europa. La importancia de las
lenguas minoritarias en Europa y el papel del Consejo de Europa

12:20 h. Lígia Freire Borges. Leitora do Instituto Camões na Universidade da Extremadura.
A língua portuguesa no mundo com o Instituto Camões

12:45 h. 1ª Mesa Redonda. O português de Olivença

· Manuel Jesús Sánchez Fernández. Licenciado em Filologia. O nosso português não
tem futuro

· Servando Rodríguez Franco. Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante
de Estudos Portugueses. Alteraciones en la toponimia de Olivenza

· José António A. Meia Canada. Falante de português oliventino. Testemunhos do
nosso português

14:00 h. Intervalo

16:30 h. 2ª Mesa Redonda: Características e situação de outras línguas e dialetos
minoritários

· Domingo Frades Gaspar. Presidente da Asociación Fala i Cultura e membro da Real
Academia Galega. La fala del valle del Eljas

· Doutor José Gargallo Gil. Professor de Filologia Românica na Universidade de
Barcelona. Fronteras y enclaves en la península Ibérica

· Manuela Barros Ferreira. Doutora em linguística pela Universidade de Lisboa. O
mirandês, língua de fronteira

· Isabel Sabino. Vereadora da Câmara Municipal de Barrancos. Traços do barranquenho
e ações de proteção ou promoção

18:00 h. Projeção de um documentário a cargo de Mila Gritos sobre o português em Olivença

18:30 h. Fim da jornada



Lugar:

Sala de Atos do Convento de São João de Deus.



Inscrições (gratuitas):

Através do nosso correio eletrónico (alemguadiana@hotmail. com), ou in situ, no dia da
jornada.




Expedir-se-ão certificados de assistência a quem o solicitar.


PROGRAMA JORNADAS SOBRE O PORTUGUÊS OLIVENTINO; EM CASTELHANO:De: De:carlosluna@iol.pt
Jornada sobre el Portugués Oliventino

Sábado, 28 de fevereiro de 2009



09:30 h. Inscripción de participantes y entrega de documentación

10:00 h. Inauguración

· Guillermo Fernández Vara. Presidente de la Junta de Extremadura

· Manuel Cayado Rodríguez. Alcalde-Presidente de Olivenza

· Joaquín Fuentes Becerra. Presidente de la Asociación “Além Guadiana”

10:30 h. Pausa-Café

11:00 h. Juan Carrasco González. Catedrático de Lengua y Literatura Portuguesas y
Director del Departamento de Lenguas Modernas y Literatura Comparada de la Universidad de
Extremadura. Olivenza y las variedades lingüísticas de la frontera extremeña

11:40 h. Eduardo J. Ruiz Viéytez. Director del Instituto de Derechos Humanos de la
Universidad de Deusto y Consultor Externo del Consejo de Europa. La importancia de las
lenguas minoritarias en Europa y el papel del Consejo de Europa

12:20 h. Lígia Freire Borges. Lectora del Instituto Camões en la Universidad de
Extremadura. A língua portuguesa no mundo com o Instituto Camões

12:45 h. 1ª Mesa Redonda. O português de Olivença

· Manuel Jesús Sánchez Fernández. Licenciado en Filología. O nosso português não
tem futuro

· Servando Rodríguez Franco. Licenciado en Lenguas y Literaturas Modernas, variante
de Estudios Portugueses. Alteraciones en la toponimia de Olivenza

· José António A. Meia Canada. Hablante de portugués oliventino. Testemunhos do
nosso português

14:00 h. Pausa

16:30 h. 2ª Mesa Redonda: Características y situación de otras lenguas y dialectos
minoritarios

· Domingo Frades Gaspar. Presidente de la Asociación Fala i Cultura y miembro de la
Real Academia Gallega. La fala del valle del Eljas

· Dr. José Gargallo Gil. Profesor de Filología Románica en la Universidad de
Barcelona. Fronteras y enclaves en la península Ibérica

· Manuela Barros Ferreira. Doctora en lingüística por la Universidad de Lisboa. O
mirandês, língua de fronteira

· Isabel Sabino. Vereadora da Câmara Municipal de Barrancos. Traços do barranquenho
e ações de proteção ou promoção

18:00 h. Proyección de un documental a cargo de Mila Gritos sobre el portugués en Olivenza

18:30 h. Fin de la jornada



Lugar: Salón de Actos del Convento de San Juan de Dios.

Inscripción (gratuita):

A través de nuestro correo electrónico (alemguadiana@ hotmail.com), o in situ el mismo
día de la jornada.

Se expedirá certificado de asistencia a quienes lo soliciten.

Carlos Luna
carlosluna@iol.pt

Ademar Oliveira de Lima disse...

Estive por aqui em visita ao seu blog!! Abraços Ademar!!